Esperar, gerar, se preparar…

Minha cara não nega que as noites de sono já não são completas, e sim, eu sei que quando Pedro chegar elas serão ainda “menores”. E eu acho tão incrível, como que os nove meses de gestação nos prepara em detalhes para a chegada do bebê. Deus é lindo!

Quando eu era solteira, depois de muitos erros, escolhas ruins e precipitadas, enfim, chegou um tempo em que eu entendi em Deus, que o tempo de espera nada mais era do que um tempo de preparo. E quando eu entendi isso, tudo mudou.

A vida começou a fazer sentido, e eu cresci muito! Eu investi tempo no Reino, nas pessoas, investi em mim, no meu futuro, e inclusive, no meu futuro como esposa, que era o que eu desejava ser. Me dediquei em viver como esposa mesmo sem ter sido ainda encontrada pelo meu futuro marido.

E apesar de sempre ter tido bastante jeito com as coisas de casa e zelo por minhas coisas, eu me dediquei ainda mais, fazia tudo como se tivesse servindo a minha família, marido e filhos. Pois eu queria durante a espera, me preparar e estar pronta, para quando o meu futuro marido me encontrasse.

Você que está esperando e sonhando com o casamento, como você tem vivido esse tempo de espera? Você tem se preparado, ou você tem perdido tempo e reclamado, murmurado? Use o seu tempo de espera e invista em você, na sua casa, na sua família, no seu futuro, torne-se uma mulher (vale para os homens também) interessante. E confie, que quando você estiver pronta, a pessoa certa vai te encontrar.

Não fique chateada pensando que a “pessoa certa” não te encontra nunca, mas esforce-se para ser a pessoa certa que alguém tanto espera encontrar.

Deus trabalha com unidade de propósitos, e quando ambos estão n’Ele, os propósitos se unem.

Agora eu estou nessa nova fase… No preparo para ser uma mãe excelente para o meu bebê, por isso, apesar das marcas de cansaço no rosto, pela noite “mal dormida”, eu não deixo de “vestir” meu melhor sorriso. Pois é assim que eu desejo que meu filho me veja, sorrindo e apaixonada por ele, todos os dias.

Com amor, Cíntia Silveira.

O que você vai escolher hoje?

Todos os dias temos a oportunidade de fazer pequenas e grandes escolhas. Escolhemos pela roupa que vamos usar, o penteado que vamos fazer, o brinco, o sapato. Escolhemos o que vamos tomar, ou não, no café da manhã. Escolhemos qual caminho usar para chegar até o trabalho ou cursinho, enfim, são muitas escolhas e com elas temos uma lição todos os dias.

Você acha que não?

Veja bem… Você escolhe uma peça de roupa leve e de repente o clima muda e então você pensa: “Puxa, eu devia ter trazido o casaco, já que sei que o clima é instável e pode me pegar de surpresa!”.

Já aconteceu com você? Acontece…

Eu sei que sim, pois acontece comigo também.

E isso se dá pelo fato de pensarmos que sabemos de tudo e que somos espertos, mas no final sempre nos deparamos com consequências de nossas próprias escolhas. Este é um exemplo simples e bobo.

Mas quando se trata de nossas emoções, como fica? Como temos conduzido nossas escolhas? É necessário ter atenção quanto isso, pois nossas escolhas sempre irão gerar consequências em nossa vida.

E uma coisa é fato, quando nós deixamos que nossas emoções determinem nossas ações e reações, a probabilidade de deixarmos Jesus agir através de nós é quase nula. É como se disséssemos ao Senhor: “Ei segura aí, pois eu estou decidindo o que fazer e vou fazer do meu jeito!”.

Podemos concordar que do nosso jeito a consequência não vai ser nada proveitosa, pois nós sabemos muito bem o que se deu quando no jardim plantado no Éden, o casal resolveu agir por suas vontades.

O que fazer então?

Que tal se começarmos nossos dias fazendo a mais sábia das escolhas?

Se em todas as manhãs a nossa escolha for devolver ao Senhor a glória que lhe é devida e diante d’Ele colocarmos o nosso dia e também as nossas emoções, certamente estaremos aprovados para viver de acordo com o agir do Espírito, e desse modo nossas escolhas estarão intimamente ligadas a vontade do Pai e refletindo o caráter do Filho.

Pois quando renunciamos nossas emoções e nos submetemos a Ele, o controle é dado ao Espírito Santo e desse modo começamos a ver as circunstâncias em nossa volta de modo diferente. Não olhamos com nossos olhos carnais e nem agimos segundo nosso senso de justiça, mas somos levados a olhar com olhos de amor e a entregar ao Pai que é quem nos justifica.

Eu convido você a juntamente comigo experimentar esse modelo de vida, vamos acordar todas as manhãs devolvendo ao Senhor o nosso dia, as nossas emoções e vontades?

Eu vou crer com você na certeza de que nossos dias não serão mais os mesmos e que teremos muitos testemunhos de um realizar belo e cheio de sorrisos através do caráter de Jesus sendo manifesto em nós pela obra do Espírito.

Combinados?

Que a nossa primeira escolha, seja estar n’Ele.

pb

Para nossa meditação…

“Pela manhã ouvirás a minha voz, ó Senhor; pela manhã apresentarei a ti a minha oração, e vigiarei”.  Salmos 5:3

“Faze-me ouvir do teu amor leal pela manhã, pois em ti confio. Mostra-me o caminho que devo seguir, pois a ti elevo a minha alma”. Salmos 143:8

“Mas eu cantarei louvores à tua força, de manhã louvarei a tua fidelidade; pois tu és o meu alto refúgio, abrigo seguro nos tempos difíceis”. Salmos 59:16

Um beeeijo, e até mais…

Oficial