Esperar, gerar, se preparar…

Minha cara não nega que as noites de sono já não são completas, e sim, eu sei que quando Pedro chegar elas serão ainda “menores”. E eu acho tão incrível, como que os nove meses de gestação nos prepara em detalhes para a chegada do bebê. Deus é lindo!

Quando eu era solteira, depois de muitos erros, escolhas ruins e precipitadas, enfim, chegou um tempo em que eu entendi em Deus, que o tempo de espera nada mais era do que um tempo de preparo. E quando eu entendi isso, tudo mudou.

A vida começou a fazer sentido, e eu cresci muito! Eu investi tempo no Reino, nas pessoas, investi em mim, no meu futuro, e inclusive, no meu futuro como esposa, que era o que eu desejava ser. Me dediquei em viver como esposa mesmo sem ter sido ainda encontrada pelo meu futuro marido.

E apesar de sempre ter tido bastante jeito com as coisas de casa e zelo por minhas coisas, eu me dediquei ainda mais, fazia tudo como se tivesse servindo a minha família, marido e filhos. Pois eu queria durante a espera, me preparar e estar pronta, para quando o meu futuro marido me encontrasse.

Você que está esperando e sonhando com o casamento, como você tem vivido esse tempo de espera? Você tem se preparado, ou você tem perdido tempo e reclamado, murmurado? Use o seu tempo de espera e invista em você, na sua casa, na sua família, no seu futuro, torne-se uma mulher (vale para os homens também) interessante. E confie, que quando você estiver pronta, a pessoa certa vai te encontrar.

Não fique chateada pensando que a “pessoa certa” não te encontra nunca, mas esforce-se para ser a pessoa certa que alguém tanto espera encontrar.

Deus trabalha com unidade de propósitos, e quando ambos estão n’Ele, os propósitos se unem.

Agora eu estou nessa nova fase… No preparo para ser uma mãe excelente para o meu bebê, por isso, apesar das marcas de cansaço no rosto, pela noite “mal dormida”, eu não deixo de “vestir” meu melhor sorriso. Pois é assim que eu desejo que meu filho me veja, sorrindo e apaixonada por ele, todos os dias.

Com amor, Cíntia Silveira.

Tchau, segundo trimestre de gestação.

E chegamos ao final de mais um etapa. Que alegria é poder gerar, ver e sentir um filho crescer, se desenvolver. Somos tão gratos a Deus, Ele é quem fez isso, e é maravilhoso!

O segundo trimestre é simplesmente delicioso de viver. Apesar dos meus enjoos terem acompanhado ainda parte dele, eu vivi e vivo a delícia de todos os dias sem reclamação, afinal, sempre foi um sonho ser mãe, então, reclamar não faz parte, eu só tenho mesmo é razão para agradecer.

As formas mudaram muitooo por aqui, pois é, a barriga apareceu com força e presença total, e eu amo muito tudo isso. Estamos no sétimo mês e há quem pergunte se espero por gêmeos, ou seja, de fato estou (toda) redondinha.

Sei que o inchaço (muito inchaço) colabora para todo esse tamanho de barriga, coxas, braços, rosto, pés e mãos, meu Deus, tudo incha muito. Por isso, estou iniciando a drenagem linfática, combinada a uma alimentação mais equilibrada e o pilates, pois se não, temo ficar do tamanho da grávida de Taubaté até os nove meses. 😅

Mas não vou sofrer por isso, vou continuar curtinho minha gestação e depois eu penso na estética. O que me interessa e importa agora é ter saúde, para mim e para o nosso bebê.

Nesse trimestre o quartinho começou a ganhar forma, a pintura foi feita, os móveis chegaram, aos poucos tudo tem ficado como planejamos, mas sim, ainda faltam muitos detalhes.

Estou procurado organizar a casa e adaptar tudo para a chegada do Pedro, embora sei, que outras necessidades aparecerão nas fases de vida dele.

O papai a cada dia nos faz se apaixonar mais, ele é muito participativo, dedicado e amoroso. Conversa com Pedro, cuida muito bem da mamãe e nos cobre de carinhos.

Pedro já é muito amado por todos os lados, os papais aqui são pura gratidão!

Vamos viver o terceiro e último trimestre desse sonho tão sonhado, a nossa gestação. E logo, veremos o rostinho do nosso rapazinho, o nosso Baby Pedro.

Um beijo da nossa família, e obrigada por estar aqui conosco!

Estamos também nos IG’s:

@cintiasilveirablog

@apartamento56

@itspedrobaby

Esperamos vocês! 💙

Tchau, primeiro trimestre de gestação. 

O primeiro trimestre de gestação é incrível! É o tempo de descobrir, se emocionar, surpreender… e a ficha parece nunca cair. Por muitas vezes ficamos perguntando para si mesmos: “Estamos mesmo grávidos?”

É tudo muito surreal! É neste trimestre também que a mamãe experimenta os enjoos e náuseas contínuas. No meu caso, cólicas também foram bem presentes. O repouso indicado foi feito e para glória de Deus, não houve mais complicações. Apenas, dores, muitas dores, mas nenhuma delas me tiraram a alegria de viver o privilégio e a emoção de ser mãe. 

 A primeira ultra é inesquecível… 

E ouvir pela primeira vez o coraçãozinho do seu bebê é tão maravilhoso que faltam palavras para explicar. Iniciar o pré natal é uma delícia. Papai e mamãe estão curtindo junto cada segundo da vida do bebê que está sendo gerado e é tão sonhado e esperado. Pedro ou Laura, quem vem primeiro? Essa é a pergunta do nosso coração. E a certeza de que, quem for que esteja vindo, será tão bem vindo(a) e amado(a) por nós.

Só temos motivos para agradecer!

É no primeiro trimestre  que também vivemos a emoção de ouvir: “Tudo bem com o bebê, papai e mamãe!” no exame de translucência nucal. 

Em alguns casos os pais já saem do exame (ultra) com um palpite do sexo do bebê, mas não foi o nosso caso. Nossa médica prometeu que na próxima ficaremos sabendo com certeza. Então, vamos aguardar! 

Na despedida do primeiro trimestre a barriguinha surgiu, tomou forma quase que dá noite para o dia. E é realmente um sonho ver o corpo com as novas curvas, curvas cheias de amor. 

Obrigada, Aba! 

Obrigada por tornar mais um sonho real em nossas vidas.

Vem bebê, Papai e Mamãe estão te esperando! 

Bem vindo, segundo trimestre de gestação! 

Decor: Quarto do Casal

O nosso quarto finalmente está do jeitinho que amamos em cada detalhe, por isso quis compartilhar com vocês.

Quem sabe você não termina de ler este post super inspirado a de um “up” na decor do lado daí?


Não temos cabeceira na cama, então uma alternativa baratinha (que amamos) foi a prateleira que decora e da todo um charme ao nosso “ninho”.

E o mais legal é se qualquer hora enjoarmos da disposição dos objetos ou quisermos mudar tudo por ali, teremos uma decor novinha é diferente novamente.


Sempre optamos por tons claros (amamos), o quarto é pequeno e ele “clean” nos traz a sensação de maior espaço, além da paz que essas cores nos proporcionam.

A nossa mesinha suspensa eu te ensino a fazer a aqui no blog. É só clicar aqui.


Ela fica do meu lado da cama, deixo sempre o livro que estou lendo e esse heróis da fé que não sai daí. Amo reler e me inspirar com os esses grandes homens de Deus.


No outro lado (lado do marido) o criado mudo com nosso abajur (presente dos amigos lindo, Fabrício e Jeh). O porta retrato (primeiro presente para nossa casa, a princesa Manu, quem deu) e o vasinho de flores, vela, e passarinhos que eu trouxe do Rio de Janeiro.


No chão essa delícia fofinha de tapete que amamos!


Outros ângulos:


No guarda roupa que fica neste quarto ficam as roupas do marido, e as roupas de camas (são poucas).

Um espelho do nosso tamanho é só.

E aí? Gostou? Alguma sugestão? Deixa aqui nos comentários que eu vou amar saber. ❤️

 

 

Cíntia Silveira

Mudar exige coragem…

Para viver uma mudança é necessário vencer o medo.

E quer saber? Vale muito a pena, é libertador.

O medo nos atrasa, nos deixa estagnados e impedidos de viver o novo.

O novo só acontece quando abrimos mão do passado, do antigo, do velho.

Eu entendi isso, eu aprendi.

Me lancei e joguei fora todo medo.

Me vesti de coragem e agora quero levar isso para vida.

Quero viver sem medo de mudar.

Dia 3 de junho, 2017.

Finalmente pude cuidar, mudar, fazer algo nos cabelos. E como em tudo Deus nos ensina, com essa mudança de visual, não foi diferente. Ele falou, ensinou, tratou, mudou, transformou.

Deus é incrível, em tudo Ele se move, se mostra, se faz presente.


 

Cíntia Silveira